13 / 06 / 2013 Comentários 12

Aprenda como elevar suas vibrações e assumir o sagrado em sua vida! Reflexões

sagrado

O diálogo

Outro dia, conversando com meus alunos de Yoga, perguntei-lhes:

– O que é necessário para elevar sua vibração?

Recebi diversas respostas.

– Eu preciso receber Reiki
– Eu preciso tomar floral
– Eu preciso de terapia
– Eu preciso viajar
– Eu preciso meditar
– Eu preciso orar
– Eu preciso praticar yoga
– Eu preciso ter férias
– Eu preciso ter dinheiro
– Eu preciso de um amor

 

Do que você precisa para elevar suas vibrações?

Enquanto colocavam suas opiniões, percebi que havia um ponto em comum nas respostas: todos, sem exceção, começavam a resposta com “Eu preciso”.

Tudo o que foi dito pelos meus alunos conduz a um mesmo lugar: o caminho interior, o caminho do autoconhecimento.

O Reiki, o floral, as terapias, viajar, ter férias, condições financeiras tranquilas, a conquista de um amor… Tudo isso faz com que as pessoas possam entrar em contato consigo mesmas, experimentando-se, conhecendo suas reações perante os desafios da vida.

 

A atenção é o caminho para  elevar-se!

Para melhorar nossas vibrações precisamos dar atenção ao que sentimos e a cada pensamento nosso.

Temos que separar o que realmente nos pertence do que pertence ao consciente coletivo, ao conjunto de regras, crenças e normas sociais.

Em outras palavras, “não seja o ditado dos outros, lembre-se que você é poesia”.

Esse caminho de autoconhecimento nos conduz a reconhecer e assumir nossa essência divina, aquela parte que é única em cada um e, ao mesmo tempo, conecta todos os seres.

 

O Sagrado em sua vida

Assumir sua Essência Divina é assumir o Sagrado em sua vida.

Agora reflita: o que é sagrado para você?

Marcos Simões

 

Para compartilhar:
Use os botões “curtir” e “enviar por e-mail”, acima do post.
Compartilhe também os créditos e links.

Quer saber mais?
Praticas de Desenvolvimento Espiritual.
Meditação como prática terapêutica

 

E outros:
Aprendizagem: respeito, equilíbrio e o Verdadeiro Conhecimento
Responder ou reagir?

 

Cursos Anima Mundhy?
Consulte Agenda

 

Tags:, , , , , , , , , ,

 

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 Comentários

  1. vania

    Prezado Marcos hoje abrindo meus e-mails deparo com você me enviando esta reflexão.Realmente estamos sempre ligados aos pensamentos e crenças do coletivo e vindo trabalhar vim refletindo sobre isso e sobre mim.Depois de muita busca após 3 anos de tratamento , cirurgias, 2 FIV estou grávida.E muito apreensiva pois como todos falam os tes primeiros meses são muito vulneraveis.E a todo instante me pego buscando esperiências de outras pessoas que não foram bem sucedidas .Então hoje vim exercitanto comigo que sou unica.A vida e experiências de outras pessoas não são as minhas e nem a minha trajetória para alcançar esta graça de engravidar não é a mesma de ninguém.Assim cosegui acalmar meu coração e pensamentos.
    Obrigada pelo ensinamento de hoje.
    Fique na luz.

  2. Maria Isabel

    Marcos

    Como sua aluna, sua paciente, sua discípula de Reiki Deus em mim abençoa e agradece Deus em você.

    Maria Isabel

  3. MLauver

    Agradeço a Deus ter me dado como Mestre de Reiki, Marcos Simões
    Agradeço ter encontrado Voce e Tânia.
    Toda Luz e Paz

  4. ANDERSON

    SIMPLES E PROFUNDO!DORTE E FGRATERNAL ABRAÇO DE LUZ

  5. joselaine

    eu preciso sim de tudo de bom que a vida me o ferese e tudo que eu posso ter sim estou casada de tudo

  6. joselaine

    muito bom para pensa

  7. Nilsa Judite Passos

    Obrigada pea mensagem. Preciso disciplinar o meu pensar e o meu agir. As vezes sinto-me fragilizada. Namastê

    • Tania Resende

      Olá, Nilsa:

      Disciplina pra as práticas é um desafio a ser conquistado.

      Pode ser difícil apenas no começo, pois exige algumas mudanças de hábitos, mas depois que a nova rotina estiver introjetada, verá que vai até sentir falta.

      Você vai sentir-se mais forte, inclusive!

      Força e vontade e Muita Luz!

  8. julia maria alves de souza

    Não seria mais interessante dizer COMO fazer e não O QUE fazer já que normalmente as pessoas estão em busca do como já que sabem o que está ocorrendo?

  9. Pingback: 10 Ensinamentos de Yogananda | Nauzero