24 / 06 / 2016 Comentários 11

Buda: as Quatro Nobres Verdades e o Caminho Óctuplo para a Libertação Humana!

Imagem de Battersea

Imagem de Battersea

Ao atingir a Iluminação, Buda conheceu a Verdade e soube que a condição humana é Suprema em si mesma. Para Ele, o Homem é o seu próprio Mestre e cada um é responsável por sua felicidade ou infelicidade.

Buda ensina que o Ser Humano pode superar o ciclo das causas e efeitos, “quebrando o círculo”, libertando-se enquanto Expande a Consciência e chega à iluminação!

As Quatro Nobres Verdades é a mensagem essencial de Buda, e permeia todos os seus Ensinamentos.


Para compreender melhor este tema, leia também:

Qual é a origem da dor e do sofrimento? Gautama, o Buda

 

BUDA E AS QUATRO NOBRES VERDADES

Buda_simple_by_vrolimO Ser Humano sofre: a 1ª. Nobre verdade

A vida do Ser Humano está “fora de eixo”!

Buda diz que a vida humana está fora do equilíbrio natural, gerando todo tipo de sofrimento, sejam eles físicos, emocionais ou mentais.

O verdadeiro equilíbrio é o sintonizar-se com os movimentos do Universo (Tao), onde tudo se movimenta, nada é estático e parado.

Buda ensina que interromper o livre fluxo do Universo coloca o Ser Humano em dor e sofrimento, levando-o a apegar-se a situações e a estados – internos e/ou externos, desejando ou acreditando que os mesmos devem “durar para sempre”.

Mas no Universo tudo se movimenta, lembra?

 

A causa do sofrimento: a 2ª. Nobre Verdade

buddha_by_boudiboudiba-d4hgkbvBuda ensina que ao interromper o livre fluxo do Universo, o Ser Humano não está no “aqui e agora”, ou seja: não está seguindo o fluxo natural do Universo.

Buda dizia que quando o Ser Humano não aceita a “impermanência” (o fluxo natural) do Universo, ou apega-se ao passado – que já se foi – ou se liga ao futuro – que ainda não é.

Assim, o Ser Humano foge do momento presente e, através do desejo de estar sempre em outro lugar, vivendo outra situação, gera para si mesmo uma grande frustração, acompanhada de dores e sofrimentos em diversos níveis.

A causa do sofrimento é, então, o desejo de permanência, um desejo totalmente fora de sintonia com as Leis naturais do Universo.

O momento presente é o único que liberta o Ser Humano destes desejos infrutíferos e traz o equilíbrio perfeito, através da sintonia com o movimento natural do Universo (Tao).

 

Cessar o sofrimento: a 3ª. Nobre Verdade

Buda_by_blds2ickBuda ensinava:

Esteja com este momento“.

O momento presente é o único que liberta o Ser Humano dos desejos infrutíferos e traz o equilíbrio perfeito, através da sintonia com o movimento natural do Universo (Tao).

Quando o Ser Humano se sintoniza com o momento presente, cessam os desejos e as consequentes frustrações, aprende que a Perfeição está contida nas experiências vividas e compreende que Deus está em tudo e em todos.

Buda ensinava que o Ser Humano que está “no momento”, não sofre, pois está livre para seguir, sem estar preso no ‘eu quero’ ou ‘eu não quero’.

E assim, a Ordem Divina se estabelece minuto a minuto, através da soltura no movimento e da abertura para a sincronicidade (geradora de milagres).

Ao cessar os desejos infrutíferos, o Ser Humano se liberta das rodas da matéria, e sua consciência se expande, posicionando-o no Comando de sua existência.

 

Transcendência do ego: a 4ª. Nobre Verdade

Lord-Buddha-wallpaper-960Transcender o “eu – ego é o caminho, dizia Buddha.

Sugeriu “O Caminho do Meio” como um método eficiente para assumir o controle do ego e assim atingir a Iluminação.

Neste “Caminho do Meio” está contido um dos maiores Ensinamentos de Buda: “O Nobre Caminho Óctuplo”.

 

O Caminho Óctuplo:

1. Atenção plena  à Visão (compreensão)

2. Atenção plena à Emoção (intenção)

3. Atenção plena ao Discurso (palavra)

4. Atenção plena à Ação

5. Atenção plena ao Modo de Vida

6. Atenção plena ao Esforço (disciplina)

7. Atenção plena aos Pensamentos (mente)

8. Atenção plena à Contemplação (Samadhi – meditação)
Faça sua conexão com Buda
E envolva-se em Luz!
Tania Resende

 

Para compartilhar:
Use os botões “curtir” e “enviar por e-mail”, acima do post.
Compartilhe também os créditos e links.

 

Cursos Anima Mundhy
Consulte agenda

 

Links:
Wesak 2013: uma festa no Céu e na Terra! Shamballa
Buda, Wesak e Shamballa: o “Caminho do Meio”
Novena de Kuan Yin: um caminho para milagres

 

Tags:, , , , , , , , , , , , , , ,

 

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 Comentários

  1. Antonio Carlos Saturno

    SENSACIONAL…!

  2. DONISETE APARECIDO BIZZI

    ADORO MUITO TUDO ISSO! É VERDADE QUE LIBERTA!

  3. Paulo Varela

    Muito bom. ..

  4. Mónica Vieira

    Este artigo está muito incorrecto!!! Se calar é melhor procurarem informação fidedigna na visão Budismo Zen.

  5. raphael angelo da silva

    Muito bom o conhecimento da verdade nobre, e os caminhos para contemplação.

  6. jaime

    Oi Tania Resende, parabens, eu gostei muito do post. Eu tambem estou esforçando para viver esta realidade, mas as vezes por causa dos desejos eu enfrento dificuldades. Mas os desejos me causa sofrimentos e com o sofrimento eu sou convidado a voltar para a meditação e recomeçar de novo, e tive sorte desta vez, encontrei você. Obrigado por ajudar.

  7. fernanda

    só não entendo uma coisa como pode estar escrito que
    Deus esta em tudo e em todos se Buda não acredita em
    Deus ?