Diz um provérbio indígena: Tropeçar não é o mesmo que cair, mas sim, avançar mais depressa.

Quando entendemos isso, aprendemos a nos perdoar e evoluímos em nosso caminho de crescimento pessoal.  Os erros que cometemos são entendidos como oportunidade de reavaliarmos nossas escolhas. Assim sendo, na próxima vez que essa mesma situação se apresentar à nossa frente, na nossa realidade, saberemos fazer escolhas diferentes.

Quando olhamos para nossas escolhas de ações e percebemos que não foram as melhores, que feriram a outros ou a si mesmo, que não geraram os frutos que se esperava e ficamos nos culpando ou culpando a outros desses contratempos, significa que estamos interpretando a situação como queda. E a queda machuca e nos faz ficar parados.

Quando olhamos para essas mesmas escolhas de ações consideradas ruins e mudamos o ângulo de entendimento, paramos de procurar culpas, nos perdoamos e ficamos atento em não as repetir; estaremos interpretando-as como tropeço.

O tropeço pode até machucar um pouco, mas não nos deixa parados, nos permite fazer escolhas de ações diferentes ao depararmos com essas mesmas situações em nossa realidade, assim experimentamos outros caminhos, obtemos outras vivencias, aumentamos nosso conhecimento e nossa sabedoria, gerando um impulso em nosso crescimento pessoal.

Agora, que tal adotarmos esse provérbio em nossa vida?

Garanto que a vida se torna mais divertida.

Namaste.

 

Mestrado em Reiki
Informe-se!

 

Leituras Complementares:
Reiki é tema no Globo Repórter. Assista ao vídeo
4 experimentos científicos com Reiki como Técnica de Cura!
Reiki de situação? Saiba o que isto significa!