20
fb-share-icon20

25 de julho: o Dia Fora do Tempo!

Um dos grandes feitos de José Arguelles foi decifrar o calendário maia e trazer para a atualidade um sistema de contagem do tempo baseado nos movimentos do nosso Sistema Solar em relação à nossa Galáxia.

O calendário maia entende o Tempo à partir de 13 luas de 28 dias, uma medida de exatidão biológica da órbita do nosso planeta ao redor da sua estrela, o Sol. Seria este um padrão de medida perfeito, que coordena e sincroniza as fases da Lua com os Ciclos Galácticos e o Tempo.

Em seus estudos, Arguelles conclui que a marcação do Tempo marcado através do relógio e do calendário de 12 meses é um sistema artificial de tempo, o qual ele chama de “tecnosfera” e, como o próprio nome diz, conduz a Humanidade a ser direcionada pela tecnologia e pelo dinheiro, desligando o Ser Humano do próprio planeta em que habita.

Esse sistema artificial, segundo Arguelles, é responsável pela falta de Amor na Terra, pela desarmonia com a Natureza, estimulando a criação dos ambientes mais tecnológicos que naturais. Em outras palavras, a valorização da tecnologia em detrimento da valorização da vida.

Arguelles propôs à Humanidade a retomada de um calendário baseado nos ciclos da natureza Universal: o Calendário da Paz, atualmente levando o nome de Sincronário da Paz, acreditando que quando a Humanidade reassumir a contagem natural de tempo (numa frequência natural 13:20), cada Ser Humano se realinhará com a natureza e com os movimentos naturais do Universo, assim como fará a reconexão com a sua Verdadeira Essência.

Em consequência, a Humanidade estará mais receptiva aos impulsos do Amor Universal e a Paz se fará em toda a Terra.

 

Os Ciclos Galácticos e a Natureza Universal

Seguindo este sistema, um Ciclo Galáctico completo se compõe de 13 ciclos lunares de 28 dias por ano solar, perfazendo 364 dias, terminando no dia 24 de julho do calendário gregoriano. Um novo ciclo inicia-se em 26 de julho.

No dia 26 de Julho recomeça um novo ciclo com o nascimento astronômico de Sirius, que se eleva no horizonte junto com o Sol, trazendo uma energia de limpeza e purificação interior, trabalhando sutilmente nossos corpos sutis, principalmente o emocional.

Volte ao Blog Anima Mundhy amanhã (2607).

Estaremos postando sobre as energias do próximo Ciclo Galáctico.

 

E o dia 25 de julho?

 

25 de julho é o Dia Fora do Tempo!

Para aqueles que seguem a frequência natural 13:20 da Lei do Tempo, o Dia Fora do Tempo é um dia muito importante, pois está entre o fim e o início de um ciclo galáctico de 364 dias.

Segundo os antigos maias, o Dia Fora do Tempo manifesta uma maior conexão com a Essência Geradora de Vida, e eles paravam suas atividades para orar, meditar e receber a orientação interior. Dedicavam-se, também, a perceber os próximos passos a serem dados no Caminho em direção ao Criador.

Sendo assim, o dia 25 de julho é um dia para recolher-se e refletir. Um dia para comemorar a Evolução Espiritual da Humanidade.
Um dia de pausa no tempo, a fim de que todos os Seres Humanos possam “ter tempo” para reconectarem-se com o próprio centro individual, com o Centro Galáctico, com a Sincronicidade Universal e com a Harmonia Cósmica!

O Dia Fora do Tempo é um dia para meditar e vibrar pela Terra e por toda a Humanidade.

É um dia dedicado ao Amor, à Arte, à Gratidão, à Perfeição e ao Perdão.

Um dia para reciclar, recomeçar, recarregar as energias, liberar o que já não nos serve mais e para agradecer por tudo o que foi recebido no período anterior em todos os aspectos.

Conta-se que os Maias comemoravam este dia em festa, fazendo um “fechamento” do ciclo anterior, preparando-se para o novo ciclo.

 

Dia Fora do Tempo: Comemorações em mais de 90 países!

Desde 1992, diversos grupos associados ao movimento do Sincronário da Paz, comemoram o Dia Fora do Tempo, em mais de 90 países para honrar o Sagrado na Terra, para valorizar a ideia “Tempo é Arte”, para vibrar pela Paz Planetária através da Cultura.

O Dia Fora do Tempo é também considerado o Dia Universal Perdão e da Purificação. Dia para seguir rumo à Liberdade Galáctica.

Independentemente das suas responsabilidades neste dia, encontre um momento de pausa para se concentrar em si mesmo, experienciar a ausência do Tempo linear e vivenciar o Sagrado em toda a Terra.

 

O que posso fazer para participar destas energias?

Segundo os Maias, cada dia do ano Galáctico é regido por forças energéticas que trazem a característica essencial ao dia.

A Energia – ou Kin – que está regendo o dia 25 de julho de 2020 é o Espelho Magnético Branco, com energias potencializadas porque hoje também começa uma nova Onda Encantada, regida por este Kin, qualificando os próximos 13 dias e o início do próximo Ciclo Galáctico com as energias do Espelho, o refletir.

Leia sobre a Onda Encantada

Para acompanhar o Dia Fora do Tempo você pode começar lendo o Kin (ao final do texto), refletindo sobre ele, mentalizando e mantendo-se na Energia do desse Kin, questionando-se, observando-se e soltando-se.

A Rede de Arte Planetária, organização mundial dedicada a disseminação do Calendário das 13 Luas e da Lei do Tempo, sugere a Meditação da Ponte para o Arco-Iris (em vídeo ao final do post) e a Prece das Sete Direções GalácticasClique aqui para a prece.

Kin 118, Espelho Magnético Branco

Eu unifico com o fim de refletir
Atraindo a ordem
Selo a matriz do infinito
Com o tom magnético do propósito
Eu sou guiado pelo meu próprio poder duplicado

“Começo a refletir a ordem. Hoje é um novo dia de harmonia, conhecimento e abundância espiritual.”

O que você está refletindo? Quais são e onde estão os seus Espelhos?

O Espelho Magnético Branco nos lembra que temos a capacidade de atrair e de refletir a Ordem Perfeita do Universo, desde que estejamos alinhados com as Forças Superiores que regem a vida nesse espaço infinito que habitamos e alinhados com os Propósitos de Alma.

O Espelho Magnético Branco diz que Harmonia, Conhecimento e Abundância estão no seu interior e são seus Direitos Divinos!

O Espelho Magnético Branco também traz a mensagem de que o mundo que você vê são espelhos, refletindo para você o seu interior, mostrando com você está vibrando, ao mesmo tempo em que indica quais são as mudanças necessárias para que você se realinhe com a Perfeita Ordem Universal.

Em outras palavras: “Primeiro tornar-se iluminado e mais feliz, para depois iluminar o mundo!”

Portanto, hoje é um excelente momento para observar o seu mundo com a consciência que o mundo externo está refletindo o seu mundo interno, percebendo sobre aquilo que você está refletindo para sua vida.

A sua natureza é refletir a Perfeita Ordem Divina. E o Espelho Magnético Branco diz que é sempre tempo de realizar mudanças internas para melhorar os seus reflexos.

>> Saiba sobre os desafios e aprendizados da Onda Encantada do Espelho Magnético Branco

 

Aproveite o Dia Fora do Tempo para descansar e divertir-se determinando-se a abrir espaços para a alegria todos os dias do próximo Ciclo Galáctico.

Desejo um Feliz Dia Fora do Tempo! E que você comece a refletir agora a Ordem Perfeita do Universo.

 

Unificando-nos no tempo, podemos unificar-nos na Paz.

O Tempo natural não conhece fronteiras, nem ideologias, nem separação.

Existe apenas UM TEMPO, UM POVO, UMA TERRA. O Tempo é Arte!

Onde há Cultura há Paz, Onde há Paz há Cultura!

Clique aqui para conhecer sobre José Arguelles.

 

In Lak’ech Ala K’in!
Eu sou o outro você!
Tania Resende

 

Meditação Ponte do Arco Íris, sintonizada por José Arguelles

Diversas pessoas no mundo inteiro estarão conectadas com a Terra e com o Centro Galáctico, através da Meditação da Ponte Arco-íris, criada por José Arguelles, especialmente para este dia.

Aproveite o Dia Fora do Tempo, entre em contato consigo, perdoe-se e preencha-se de energia criativa para preparar-se para o novo ciclo que se inicia.

;

Cursos em São Paulo ou Online

Consulte Agenda

Você gostou? Compartilhe com seus amigos apenas mensagens positivas.

Use os botões acima do post

Sugestões de Leitura:

Shamballa: uma Cidade Sagrada Multimensional!
Opiniões, Suposições e Fórmula da Sabedoria
Shamballa e Bellatrix: saiba quem são os Curadores Universais