Reiki como um tratamento complementar

Numa das turmas do curso de Reiki que eu ministro, estava presente uma pessoa que me contou o motivo pelo qual havia optado por aprender esta técnica de cura.
E me contou um fato tão interessante, que decidi compartilhar:
Ela trabalhava como farmacêutica num hospital, no setor de oncologia infantil.
Neste setor, trabalhavam duas enfermeiras que ministravam o Reiki às crianças com câncer, cujos pais autorizavam este tipo de procedimento.

 

Reiki e os efeitos colaterais da quimioterapia

Ela observava, então, que as crianças que não recebiam o Reiki após a sessão de quimioterapia ficavam prostradas, indolentes, deitadas em seus leitos por quase duas horas, “sofrendo” com os efeitos colaterais da quimioterapia.
Por outro lado, as crianças que recebiam a Energia Reiki, já estavam despertas, alegres e brincando após meia hora da sessão de quimioterapia.

 

Reiki: técnica de cura com resultados positivos

Observar este fato a deixou tão curiosa, que decidiu aprender esta técnica de cura através da imposição de mãos: o Reiki.
O seu o objetivo, segundo seu relato, era entender como era possível uma simples técnica de imposição de mãos fazer tanta diferença, gerar tanto bem-estar e suavizar os efeitos colaterais da quimioterapia!
Ela considerou que seria também importante ter esta habilidade em suas mãos para ajudar essas crianças a se sentirem melhor depois das sessões de quimioterapia.
E assim, aquele hospital “ganhou” mais uma reikiana!

Reiki em hospitais já é uma realidade, com resultados muito positivos para muitos pacientes!
Marcos Simões

 

Você quer compartilhar?

Prefira os botões: curtir, tweet e enviar por e-mail.
Se optar por copiar, não se esqueça de copiar também os créditos e links.

Conheça o Reiki no Anima Mundhy:

Reiki Tradicional, níveis I, II e II
Reiki Japonês
Reiki Mestrado

Clique agenda

Links:

Reiki tem explicação científica?
Os Princípios do Reiki