13 / 07 / 2016 Comentários 0

Opiniões, Suposições e a Fórmula da Sabedoria!

opinioes-suposicoes-sabedoria

Ao observar conversas, diálogos, postagens e compartilhamentos, fico a refletir sobre seus conteúdos e vejo uma diferença entre o mundo das suposições, das opiniões e da Sabedoria .

Se desejo falar sobre algo, primeiro vou atrás de informações e do conhecimento sobre o tema, após ter obtido esse conhecimento, me sinto pronto para dar a minha opinião a respeito dele.

Caso não tenha feito minha lição de casa: cursos, leituras, pesquisas e práticas do conhecimento adquirido, prefiro dizer que eu conheço o tema até certo ponto, e deste ponto em diante, só posso supor.

 

A armadilha da suposição

Segundo o dicionário, suposição é: Hipótese; ponto de vista, ideia ou opinião, formada sem comprovação. E no mundo das suposições, as possibilidades são infinitas, não há limites para a imaginação, tudo pode ser ou acontecer. E isso é uma armadilha que pode levar-nos a cometer um erro ao julgar verdade algo que não é.

Eu sei que existem diferenças em suposições, pois podemos fazer suposições sobre algo, sem conhecer absolutamente nada sobre o tema; ou podemos fazer suposições sobre algo, conhecendo pouco, ou quase nada sobre o tema, o famoso “já ouvi falar”; ou ainda podemos fazer suposições sobre algo, conhecendo pouco sobre o tema ou conhecendo-o “pela metade“.

Posso usar de suposições, até mesmo quando tenho um bom conhecimento sobre o tema, mas apenas por um aspecto, como por exemplo: quando eu só tenho o conhecimento da leitura e sou carente das informações da prática.

 

A importância da prática

opinioes-suposicoes-sabedoria-2Ao adquirirmos um conhecimento, ele fica “guardado” em nós, em forma de informações lógicas. Quando trazemos esse conhecimento para a realidade do dia-a-dia, colocando-o em prática e passamos a vivencia-lo, ele deixa de pertencer apenas ao campo das informações lógicas e passa ao campo da Sabedoria.

Lembre-se do ditado popular que diz: na prática, a teoria é outra.”.

Assim, a vivência de um conhecimento transforma-o. E essa transformação, gerada pela prática, fica registrada em todos os corpos energéticos de quem fez esse caminho.

Em outras palavras, ao serem colocados em prática, os conhecimentos não ficam restritos ao mental lógico e racional, eles passam a pertencer também a vivência emocional, pois toda prática de um novo conhecimento traz desafios a serem enfrentados; passam, também, a pertencerem ao corpo espiritual, pois os desafios superados e aprendidos se tornam a Sabedoria da Alma, e assim por diante.

 

A importância da Sabedoria

Os desafios da prática geram experiências e experiências vividas geram Sabedoria. Então, se me permitir brincar com a lógica, a fórmula da Sabedoria é:   S = PC + TVP   

Sabedoria = Prática de um Conhecimento + Tempo de Vivência da Prática.

A Sabedoria demonstra um conhecimento profundo e possibilita encontrar formas diferentes de utilizar esse conhecimento, aplicando-o em diferentes situações do cotidiano.

A Sabedoria, quando é transmitida, facilita o entendimento, pois um conhecimento quando é transmitido com sabedoria, leva consigo os ensinamentos da Alma de quem os transmite. Essa é a base da tradição oral de transmissão de conhecimentos a qual é utilizada por bons professores, Mestres e Gurus.

 

Adquirindo um conhecimento profundo

Popinioes-suposicoes-sabedoria-1ara sair das armadilhas das suposições é necessário buscar o conhecimento. E buscar o conhecimento significa ir atrás das informações teóricas e/ou, ouvir a voz da Sabedoria de um professor, de um Mestre, alguém que tenha o conhecimento.

O próximo passo é fazer as próprias vivencias, desenvolvendo a Sabedoria individual e adquirindo um conhecimento profundo, honrando assim todos os que se dedicaram a transmitir esse conheciemnto.

 

Opinião versus suposição

Se falo sobre um assunto baseado apenas nas informações teóricas, minha opinião é parcial e, a partir de um certo ponto, se transforma em suposição.

Se, além das informações teóricas, expresso a Sabedoria transmitida por outra pessoa, minha opinião tem maior conteúdo e coerência, pois falo da teoria e de exemplos práticos da aplicação do conhecimento, que foram vividos por outra pessoa e transmitidas a mim como uma verdade anímica. Mas, suponho que seja assim que o conhecimento se manifesta pois, me falta a vivencia, a experiencia pessoal desse conhecimento.

Agora, se tenho as informações teóricas, a Sabedoria transmitida por outrem e adiciono a minha vivencia do conhecimento, minhas opiniões se tornam profundas e são a Sabedoria  da minha Alma que transmito.

 

Reflexão final:

Como me posiciono a respeito dos assuntos que abordo, leio e/ou ouço?

Com suposições, com opiniões, com Sabedoria?

Para mim, cada um pode falar sobre um assunto usando de suposições, opiniões ou Sabedoria, o importante é ter consciência do seu conhecimento sobre o tema e ser sincero consigo e com os outros, dizendo que está supondo, opinando ou transmitindo sua Sabedoria. Assim não corremos risco de sermos levianos ao transmitir informações e conhecimentos.

#seja verdadeiro!

Namastê
Marcos Simões

 

Livro: O Despertar do Cristo Interno
Tania Resende, Editora Multifoco
Informe-se aqui
Compre aqui

 

Cursos Anima Mundhy
Consulte agenda

 

Links:
Teorias da conspiração em seis passos
Ao Curar a sua Vida Pessoal, você Cura o seu País e Cura toda a Terra
O Meu caminho de Iluminação foi solitário e o seu é solidário, diz Buda

 

Tags:, , , , , , , ,

 

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Comentários