Hoje vi um passarinho preso em uma gaiola e duas coisas me chamaram a atenção:

Sempre que tentava voar, esbarrava e não ultrapassava os limites da gaiola.

A qual, por sua vez, não era de metal, nem de madeira,

Mas de medos!