27 / 08 / 2015 Comentários 0

Reiki é religião?

reiki-religiao

Reiki é religião?

Se o entendimento da palavra religião for o de religar-se, reencontrar-se, reequilibrar-se;  sim. Se dentro desse conceito a busca pelo sagrado estiver focada no próprio ser, na consciência de  suas atitudes e ações, na busca pela compreensão da realidade e de como interferir positivamente  na criação e manifestação dessa realidade, também digo que sim.

Agora, se o entendimento da palavra religião estiver vinculado a uma instituição com dogmas restritos onde é necessário frequentar cerimônias e a busca pelo sagrado é externa, então não.

 

O que é o Reiki, afinal?

reiki-japones-cura-1Reiki é considerado uma prática, uma técnica de energização, pela imposição das mãos, que tem como intuito acentuar a homeostase (tendência natural, de todo e qualquer organismo, de buscar o equilíbrio).

O Reiki, como uma técnica de transmissão de Energia Universal de Vida, tem como preceito o respeito às individualidades e a elevação vibracional a partir do ponto em que a pessoa se encontra.

A energia Reiki, por ser universal, não faz distinção de classe social, sexo, escolha religiosa, ou outras formas de agrupamentos.

A energia Reiki atua em cada ser de acordo com o consentimento, reconhecendo e suprindo as necessidades que cada um apresenta na busca do auto equilíbrio e autoconhecimento.

 

Reiki é o caminho do Coração!
Marcos Simões

 

Para compartilhar:
Use os botões “curtir” e “enviar por e-mail”, acima do post.
Compartilhe também os créditos e links.

 

Conheça mais sobre o Reiki:
Reiki é o caminho do coração! Saiba por quê.
Pensamentos negativos: você já desejou livrar-se de todos eles?
O Reiki como um tratamento complementar aos portadores de câncer
Reiki tem explicação científica?

 

Todos os níveis do Reiki no Anima Mundhy:
Reiki Tradicional, níveis I, II e II
Reiki Japonês
Reiki Mestrado

Informe-se!

 

Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

 

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Comentários