“Milagres te unem diretamente ao teu irmão”.
(Um Curso Em Milagres)

 
Os problemas em nossos relacionamentos acontecem quando o ego assume o comando, nos levando a acreditar que o outro é responsável por nossa felicidade.
O ego também nos faz acreditar que, para sermos amados, devemos corresponder às expectativas que os outros têm de nós e assim dependemos sempre deles para nos preenchermos, para que nos sintamos plenos.
Quando estamos conectados com a Ordem Divina e com nossa própria essência, nos sentimos preenchidos. Desta forma, não há necessidade de cumprir as expectativas dos outros, nem desejamos que os outros sigam as nossas vontades.
Na Ordem Divina todos são livres e cada um tem seu próprio caminho e suas próprias escolhas. Relacionar-se é trocar! E amar verdadeiramente, é aceitar o outro exatamente como ele se apresenta a nós. Disto vêm aprendizados e crescimento mútuo.
Quando permitimos que a Ordem Divina esteja presente em nossas relações, somos curados dentro delas e o Amor Incondicional se manifesta.
Conheça a seguir a história da minha aluna Kalu, que seguiu seu coração e corrigiu os problemas de relacionamento com sua mãe.
Luz e Paz,
Tania Resende
 
Kalu conseguiu curar uma relação problemática com a mãe
Vivi 33 anos fazendo as coisas da melhor forma, que agradaria a minha mãe.
Em 2008 decidi romper com o cordão de dominação e me conectei comigo mesma, a custo de muita Yoga, muita meditação e muita caminhada no mato.
Minha mãe ficou furiosa, fez muitas coisas para me levar de volta ao que eu era antes, a fim de que eu tivesse a vida que ela desejava para mim. Um tipo de vida que não era o que o meu Ser Verdadeiro me mandava seguir.
Consegui me manter em meu caminho e conectada com o melhor de mim, mesmo após dois anos de muitas brigas com minha mãe e minha família, que desejavam que eu mudasse.
Certo dia, levei minha filha para dormir na casa da minha mãe (as duas têm uma relação de muito amor que conseguiu resistir às tempestades).
Naquele dia eu estava com muita dor de cabeça. Ao entrar na casa da minha mãe, sentia-me péssima e vi que não conseguiria voltar dirigindo até a minha casa. Pedi para dormir por lá e ela topou.
Ao acordar no dia seguinte, orei. Orei pedindo que minha mãe não me maltratasse, pedi que tudo ficasse bem e pedi que ela aceitasse um beijo meu, afinal era o dia do seu aniversário.
Levantei, fui até ela e a beijei. Surpreendentemente, ela aceitou meu beijo e percebi que ficou emocionada.
Mais tarde, naquele mesmo dia, ela sentou-se ao meu lado e disse que foi graças “ao meu processo de libertação” que ela havia entendido que “filhos são para o mundo e não para nós mesmos” e que agora se sentia mais feliz com as suas escolhas diárias.
Me convidou pra almoçar com ela e hoje estamos reconstruindo nossa relação, baseadas em Amor Incondicional e Respeito.
Todo meu esforço em manter-me dentro de mim mesma, valeu a pena!
Kalu
 
Você quer compartilhar?
Prefira os botões: curtir, tweet e enviar por e-mail.
Se optar por copiar, não se esqueça de copiar também os créditos e links.
 
Acompanhe-nos através do Facebook
Clique aqui
 
Cursos Anima Mundhy?
Clique agenda
 
Links:
O significado de meditar nas 12 Noites Sagradas – Jornada dos Reis Magos!
Significado do Natal. Mensagem de Jesus, o Cristo
Mensagem de Natal – Yogananda