20
fb-share-icon20

Nos é ensinado na escola que respirar é o ato de trazer o oxigênio para dentro e por para fora o gás carbônico e que esse ato é involuntário. Com o passar dos anos, fomos deixando de refletir sobre esse processo vital e nossa respiração se tornou superficial e insuficiente.

É urgente e necessário, ao ser humano, voltar a refletir sobre a sua respiração para perceber que ela é um ato fundamental para uma boa qualidade de vida, pois uma respiração profunda e consciente traz benefícios físicos, emocionais e mentais.

 

Alívio da ansiedade e estresse

Muitas técnicas de relaxamento utilizam a respiração profunda para relaxar, tanto emocionalmente quanto fisicamente.

A respiração profunda faz com que o mecanismo de relaxamento do corpo entre em ação. Ao respirarmos profundamente, o corpo entende que não há perigo e pode relaxar, liberando substâncias calmantes no cérebro e no corpo. Os músculos ficam menos tensos, os batimentos cardíacos desaceleram e somos invadidos por uma sensação interna de paz.

 

Melhora do funcionamento dos intestinos e da digestão

Quando respiramos profundamente, há a movimentação do diafragma (um musculo que separa os pulmões do abdômen e todo o sistema digestivo). Essa movimentação, junto com a expansão e retração do abdômen faz uma espécie de “massagem” nos intestinos, o que auxilia os movimentos peristálticos e, consequentemente, melhora a digestão.

 

Melhora do metabolismo celular

Respirar profundamente faz com que o sangue transporte mais oxigênio para os tecidos e células, melhorando a vida útil das mesmas e aumentando a sua energia pessoal.

 

Melhora da capacidade pulmonar

Como qualquer coisa que não é usada, o pulmão também atrofia quando passamos muito tempo respirando superficialmente, ele passa a ser menos elástico e suportar um volume menor de ar.

Respirar profundamente força o pulmão a se expandir e ele vai ficando mais forte e resistente, podendo suportar maiores volumes de ar.

 

Coração e pressão arterial equilibrados

A função do coração é bombear sangue oxigenado para o corpo, de modo que ele seja inteiramente suprido com essa substância. No entanto, quando o sangue é mal oxigenado, o coração precisa mandar maiores quantidades de sangue para garantir que as células recebam a quantidade necessária de oxigênio para sua sobrevivência.

A respiração profunda massageia o coração e garante a quantidade necessária de oxigênio no sangue amenizando seu trabalho e diminuindo a pressão arterial por conta do menor volume de sangue nos vasos sanguíneos.

 

Aprenda mais sobre exercícios respiratórios na aula online: Pranayamas: a arte da respiração.

 

Eliminação de radicais livres, pele mais jovem e saudável

A respiração profunda fornece a quantidade adequada de oxigênio na circulação sanguínea que ajuda a estabilizar os radicais livres, fazendo com que seus efeitos sejam minimizados.

Deste modo, pode-se garantir uma pele jovem e saudável por mais tempo, o mesmo acontece com os órgãos internos. E isso é uma forma de prevenir o envelhecimento precoce.

 

Controle dos impulsos – atitudes positivas

Por conta da sensação de calma e relaxamento que a respiração profunda proporciona, somos capazes de pensar melhor antes de agir. Assim, ao invés de tomar decisões impulsivas em momentos de estresse, conseguimos refletir e escolher ações positivas.

 

Preservação de funções cognitivas

Quando o cérebro está bem oxigenado, ele funciona em sua totalidade. A baixa no oxigênio cerebral afeta funções como a atenção e capacidade de concentração e com a falta absoluta de oxigênio, ele pode se danificar rapidamente, causando alterações em processos cognitivos como raciocínio, memória, fala e compreensão, entre outros.

 

Melhora a qualidade do sono

Quem não respira direito também não dorme direito. A falta de oxigênio durante o sono faz com que o cérebro desperte diversas vezes durante a noite. Isso pode até mesmo impedir que ele entre no sono profundo e reparador necessário para o nosso descanso.

Realizar algumas respirações profundas antes de se deitar prepara nosso organismo para o descanso e ajuda a “pegar no sono”.

E não há nada melhor do que ir dormir já bem relaxado, não é mesmo?

 

Agora, Respire Profundo

Existem muitos outros benefícios em se realizar exercícios respiratórios conscientes, como equilíbrio e fortalecimento dos chacras e nádis de energia do corpo, por exemplo.

Agora, comece a prestar atenção na sua respiração e procure trabalhá-la de forma profunda e consciente e sinta os benefícios que ela lhe propicia. E se quiser aprender alguns pranayamas (exercícios de controle da energia vital através da respiração), entre em contato conosco para cursos e aulas de Yoga online no link: Anima Mundhy.

Namastê.