Você costuma perdoar? Já pensou na profundidade desse ato? Vamos refletir sobre o sentido das palavras…
Pernoitar significa passar a noite toda, permanecer durante a noite.
Percorrer significa correr por toda a extensão, correr em todos os sentidos.
Então, perdoar significa doar o tempo todo, doar de modo integral.
Mas doar o quê?
O ato de perdoar é “doarmos nossas emoções”.
Ou seja: perdoar é nos libertamos daqueles sentimentos densos e ruins que estão associados à situação a ser perdoada.
 
O que é o ato de perdoar?
Perceba que a maior dificuldade em perdoar consiste no fato de termos que “abrir mão” do ressarcimento emocional.
Por exemplo:
– Como vou simplesmente perdoá-la depois de tudo o que ela me fez?
Quando sentimos necessidade de sermos ressarcidos pelo sofrimento que passamos, não conseguimos concretizar o perdão.
E mais: corremos o risco de enveredamos pelo caminho da vingança, o que gera mais ressentimentos. A tendência disso é não ter fim.
Ao perdoarmos, a energia emocional é transmutada, as emoções associadas não mais nos pertencem e nem nos prendem à situação.
 
Como saber se você conseguiu perdoar?
Para sabermos se realmente perdoamos uma situação, basta nos lembrarmos dela e repararmos se, associada à lembrança mental, vêm, ou não, nossas emoções reprimidas.
Se formos invadidos pelos ressentimentos, com certeza não perdoamos a situação, apenas colocamos de lado, nos “esquecemos” dela.
Mas se não formos invadidos por esses sentimentos, a lembrança fica apenas no mental e se transforma em aprendizado.
Perdão é um ato espiritual, que vem de dentro.
Ao contrário do que muita gente acredita, perdoar não é esquecer.
O perdão serve para limpar o emocional, clarear a percepção e ampliar a sabedoria de vida. Ele exige uma consciência e compreensão muito aguçada.
O ato de perdoar é, antes de tudo, parte integrante dos que cultivam uma visão de mundo espiritualizada.
Marcos Simões

 
Para compartilhar:
Use os botões “curtir” e “enviar por e-mail”, acima do post.
Compartilhe também os créditos e links.
 
Exercícios para o perdão no curso:
Práticas de Desenvolvimento Espititual
Consulte agenda.
 
Links:
Os sete estágios da Cura!
Você tem culpa de que?
Criança Interior: redescobrindo a alegria de viver