Você sabia que ao perdoar nos libertamos de dores e sofrimentos do passado?

Por: Marcos Simões
perdoar-liberta-passado_by_silent__haze.jpg

Você costuma perdoar? Já pensou na profundidade desse ato? Vamos refletir sobre o sentido das palavras…
Pernoitar significa passar a noite toda, permanecer durante a noite.
Percorrer significa correr por toda a extensão, correr em todos os sentidos.
Então, perdoar significa doar o tempo todo, doar de modo integral.
Mas doar o quê?
O ato de perdoar é “doarmos nossas emoções”.
Ou seja: perdoar é nos libertamos daqueles sentimentos densos e ruins que estão associados à situação a ser perdoada.
 
O que é o ato de perdoar?
Perceba que a maior dificuldade em perdoar consiste no fato de termos que “abrir mão” do ressarcimento emocional.
Por exemplo:
– Como vou simplesmente perdoá-la depois de tudo o que ela me fez?
Quando sentimos necessidade de sermos ressarcidos pelo sofrimento que passamos, não conseguimos concretizar o perdão.
E mais: corremos o risco de enveredamos pelo caminho da vingança, o que gera mais ressentimentos. A tendência disso é não ter fim.
Ao perdoarmos, a energia emocional é transmutada, as emoções associadas não mais nos pertencem e nem nos prendem à situação.
 
Como saber se você conseguiu perdoar?
Para sabermos se realmente perdoamos uma situação, basta nos lembrarmos dela e repararmos se, associada à lembrança mental, vêm, ou não, nossas emoções reprimidas.
Se formos invadidos pelos ressentimentos, com certeza não perdoamos a situação, apenas colocamos de lado, nos “esquecemos” dela.
Mas se não formos invadidos por esses sentimentos, a lembrança fica apenas no mental e se transforma em aprendizado.
Perdão é um ato espiritual, que vem de dentro.
Ao contrário do que muita gente acredita, perdoar não é esquecer.
O perdão serve para limpar o emocional, clarear a percepção e ampliar a sabedoria de vida. Ele exige uma consciência e compreensão muito aguçada.
O ato de perdoar é, antes de tudo, parte integrante dos que cultivam uma visão de mundo espiritualizada.
Marcos Simões

 
Para compartilhar:
Use os botões “curtir” e “enviar por e-mail”, acima do post.
Compartilhe também os créditos e links.
 
Exercícios para o perdão no curso:
Práticas de Desenvolvimento Espititual
Consulte agenda.
 
Links:
Os sete estágios da Cura!
Você tem culpa de que?
Criança Interior: redescobrindo a alegria de viver

 
COMENTÁRIOS

19 comentários em “Você sabia que ao perdoar nos libertamos de dores e sofrimentos do passado?”

  1. Liberdade total de emoções que machucam o coração. É uma das melhores experiencias, apesar de ser um exercicio diário que vale a pena.

    1. Olá, Querida Monica! Bom ver seu comentario aqui! E que seja esta mias uma forma de mantermos contato, né?
      Tania e Marcos

  2. Nosso conhecimento do mundo será sempre limitado (…) temos apenas uma descrição cada vez mais precisa da realidade em que vivemos Por esta frase posso imaginar que existe um absoluto , que podemos chamar de conhecimento universal / cóssmico / absoluto, etc e nosso conhecimento que vem se aproximando deste, será que este lugar (nível de conhecimento é o paraíso? Por enquanto a metáfora do aqueiro vem nos auxiliando a compreender a lógica social.Felicidades,Formanski

    1. Bem vindo, Visi!
      Gosto muito da metáfora do arqueiro, pois faz todo sentido: foco, precisão e concentração!
      Grata por sua Presença e seu comentário!
      Luz e Paz!

    1. Olá, José:
      Não será explorado se você se mantiver fora da vibração.
      A pessoa pode até pedir. Mas você é livre para entrar na vibração dela ou não.
      A pessoa pode até agir para te ofender, mas você pode não se sentir ofendido.
      Assuma o comando da usa existencia e afirme a si mesmo que nada externo poderá tirar você do seu centro, da paz e da alegria, que é seu direito Divino!
      Essa é a ideia, entende?
      Perdão é liberação, sempre!
      Boa sorte.

  3. Sofri uma traição a 1 ano e meio…e resolvi perdoar,consigo ter bons momentos com meu marido,mas qualquer siuação duvidosa,me vem tdo na lembrança e já volto a ser desconfiada…reviro celular…mensagens…enfim…não sei se me fez bem reatar a relaçao..uma vez q vivo assim…

  4. Sempre aprendi que devemos perdoar! E o interessante é que a maioria das pessoas pensam que perdoar é um sentimento, mas não é! Ninguém acorda com “vontade de perdoar”. Perdoar é uma atitude, uma ação que todos devem fazer.
    Parabéns pelo artigo!

  5. Recentemente passei por uma situação muito chata, descobri uma traição do meu marido. Achei que fosse o fim do mundo, comecei a sentir tanta raiva, que nem sei se posso dizer que virou ódio. Não conseguia olhar pra cara dele, praticamente o expulsei de casa, minha mãe conversou muito comigo e foi me ajudando a tentar lidar com essa situação. E algo que ela me disse em uma de nossas conversas você escreveu no seu blog. Muito obrigada por compartilhar, acredito mais que estou no caminho certo. obrigada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *